terça-feira, março 24, 2009

O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que nem eu mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê!
(Florbela Espanca)

7 comentários:

Fern. disse...

Adoro esse texto da Florbela Espanca!
Vivo tb nessa saudade de ei lá o quê...

Beijos, boa Páscoa!

Anônimo disse...

Vem cá que eu sacio tua sede Flor1nh4

Anônimo disse...

Sabe quando você lê algo e se identifica? Não como artista, mas como pessoa. Bate o olho em alguém na rua e se depara com a iminência do acaso, e o reflexo inevitável do encontro - uma espécie de luz clareando as coisas difusas, tudo muito mais nítido, límpido, claro. É assim que eu me sinto, sempre que bato o olho no seu blog por acaso. Às vezes acho meio clichê, mas eu também sou clichê. Na maior parte das vezes, muito sincero. Eu também tenho isso. É até um defeito meu, falo demais às vezes - como por exemplo estar aqui, também é uma coisa meio imbecil, você não pediu, não quer conselhos. Ou quer, não sei. Eu sei que eu preciso um pouco. Eu tenho me sentido muito só. Ser só, estar só, tudo isso não é um problema, mas me sentir assim... É a única coisa que eu tenho sentido, em meio a letargia. A solidão. O que será que significa isso, né? Que "eu" transbordei em mim? Tenho a sensação de que preciso dedicar meu tempo a alguma outra coisa, antes que eu me afogue também. Não que me afogar seja mesmo um problema. Eu até quero: estar no limiar constante arranca das entranhas a vontade de viver. É só que eu preciso saber que isso não é só sobre mim, que o mundo realmente é meio errado, e que se eu estiver me afogando, não foi por fraqueza, mas por já saber o trajeto de alguma coisa que eu não quis, não por insuficiência do experimento, mas por não querer, e aceitar, aceitar que o querer não é medo. Ainda é medo. Mas eu espero que dizendo qualquer coisa para alguém que de vez em quando tem medo, ou de vez em quando tá cansada, faça-me raciocinar um pouco mais. Ou apenas sentir o encontro de almas súbito, me despedir e ganhar mais tempo.

Um dia eu passo de novo, tá? Ou não, sei lá. Estúpida essa iniciativa de declaração em blogs alheios, mas no meu é que eu não vou fazer.

Anônimo disse...

how to get viagra viagra and alternatives viagra england viagra no prescription what is generic viagra buy viagra soft online viagra generique viagra cialis viagra herb alternative levitra vs viagra cialis v s viagra buy cheap viagra online uk viagra larger forever buy cheap viagra online

Anônimo disse...

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site

Anônimo disse...

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site

Anônimo disse...

I am glad fantastic ad! I must say i savored examining the application, tonsil stone you can be an amazing journalist.Let me make sure you take note of your blog site Satellite direct review and may typically come sometime soon. I must inspire anyone persist your current terrific articles, have a very good decent family vacation penis advantage week end!